Reading without limits, the perfect plan for #stayhome
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Read online the first chapters of this book!
All characters reduced
Jogos Cognitivos - Um olhar multidisciplinar - cover

Jogos Cognitivos - Um olhar multidisciplinar

Anderson Amaral, Juliana Ohy

Publisher: wak editora

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

“Jogos Cognitivos: um olhar multidisciplinar” é um livro inspirado no curso criado pelos professores Anderson Amaral e Juliana Ohy, uma parceria que surgiu da necessidade de transformar em palavras o diálogo entre a teoria e a prática clínica.

Temas como cérebro, neuroplasticidade, estimulação cognitiva e motora, aprendizagem, Psicomotricidade, envelhecimento e ludicidade são discutidos teoricamente por profissionais das áreas da saúde e educação. A segunda parte do livro, ensina a criar e conta com diversos jogos práticos para serem aplicados a diferentes tipos de públicos.

Other books that might interest you

  • Poder executivo - Independência e Harmonia? - cover

    Poder executivo - Independência...

    Kátia Silene Sarturi

    • 0
    • 0
    • 0
    “O estudo, portanto, inscreve-se no grande debate da organização do estado brasileiro compatível com a ordem democrática anunciada pela CF/88, mesmo no cenário de superação da marca de 100 emendas constitucionais aprovadas em 30 anos de existência. Neste sentido, o Poder Executivo é destacado como aquele que provê a ‘concretização’ da Constituição Federal por meio da realização de políticas públicas, sendo a atividade legislativa sua função atípica. Destarte, a obra em apreço propõe um oportuno debate acerca do comprometimento da essência democrática consubstanciada na separação dos poderes, cuja pesquisa nos remete a respostas temporais e delimitadas, com abordagem que aproxima o leitor da aridez do tema e proporciona elementos para reflexão acerca da sua importância como meio da manutenção da Ordem Democrática".
    Show book
  • Diferenças nas igualdades - cover

    Diferenças nas igualdades

    Mari Gândara

    • 0
    • 0
    • 0
    Eu e você, leitor, somos, acima de tudo e antes de mais nada, PESSOAS. Somos como tantas outras pessoas, com peculiaridades e singularidades. Buscamos incessantemente a nossa autonomia individual e, sobretudo, a efetiva participação na sociedade através das igualdades de direitos e oportunidades. Ao longo do tempo, sempre tivemos uma maneira segregadora e excludente na convivência com as diferenças, portanto, esperamos que as histórias de vida aqui narradas nos façam refletir e, mais ainda, compreender que podemos mudar os nossos comportamentos em relação a como lidar com as diversidades humanas, em especial com as pessoas com deficiência.
    Show book
  • Meu amor Luso; A história de amor entre uma mulher o Tejo e Portugal - cover

    Meu amor Luso; A história de...

    Esmeralda Martinez

    • 0
    • 1
    • 0
    Essa obra é, ao mesmo tempo, roteiro com dicas de atrações e diário da autora, que compartilha suas experiências ao longo dos anos vividos em terras portuguesas. Entre seus maiores amores está o Tejo, o maior rio da Península Ibérica.
    
    Portugal, o Tejo e Esmeralda são inseparáveis. Prepare-se para se apaixonar por Portugal, mesmo sem nunca ter estado lá.
    Show book
  • Fundamentos de Antropologia - Fasciculo 16 - Os limites do homem: a dor - Um ideal de excelência humana - cover

    Fundamentos de Antropologia -...

    Stork Author

    • 0
    • 0
    • 0
    Fascículo 16 de um total de 17. Os limites do homem: a dor
    Show book
  • Demoras na aporia - bordas do pensamento e da literatura - cover

    Demoras na aporia - bordas do...

    Piero Eyben

    • 0
    • 0
    • 0
    Demoras na aporia é o primeiro título da coleção por vir, que reflete acerca da linguagem literária e do pensamento da diferença, criando um diálogo profícuo entre a Teoria Literária e a Filosofia. Este livro de estreia é dividido em três sessões, cujos capítulos  bordeiam o pensamento e a literatura, numa ampla reflexão sobre a aporia na literatura e poesia em autores contemporâneos como, Derrida, Derrida com Heidegger, Nancy, Lacoue-Labarthe, Samuel Beckett, Mallarmé, Leibniz e, ainda, passando pelo direito, Derrida com Koskenniemi.
    Show book
  • A Dignidade Humana e o Princípio Liberdade na Cultura Constitucional Europeia - cover

    A Dignidade Humana e o Princípio...

    Paolo Ridola

    • 0
    • 0
    • 0
    A temática versada, embora não seja nova, segue mantendo sua atualidade e extrema relevância, seja para o constitucionalismo, seja para o direito internacional dos direitos humanos, mas acima de tudo para a manutenção e fortalecimento de comunidades democráticas, pluralistas e inclusivas. Aliás, não é à toa que Peter Häberle fala na dignidade como sendo a própria premissa antropológica do Estado Constitucional e na democracia como garantia política da dignidade e do pluralismo. Dignidade e Liberdade são valores, princípios e direitos essencialmente vinculados, que embora não exclusivos da tradição ocidental, nela receberam os seus primeiros e principais contornos, se desenvolveram, frutificaram e mesmo reconstruíram ao longo do tempo, consoante PAOLO RIDOLA bem demonstra no seu texto, arrancando das vertentes romanas e cristãs, passando pelo humanismo renascentista, pela idade moderna e pelo processo de gradativa secularização que desembocou no liberalismo político e no constitucionalismo moderno.?  Prof. Dr. Ingo Wolfgang Sarlet
    Show book