Turn 2021 into a year of reading!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
O Governador do Sertão - cover

O Governador do Sertão

Anatole Jelihovschi

Publisher: Jaguatirica

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Um minúsculo apartamento ou uma planície deserta coberta de mandacarus? Entre contos de bar e casos de vida, o protagonista Salvador compara sua vida à de seu ídolo Lampião. Invasões, os embates contra a morte, a morte em si – dura e cruel –, a narrativa explora “uma multidão de despojados encerrados num inferno coletivo”, seja no sertão do passado, seja no ambiente urbano do presente, entranhada em episódios que carregam desilusões e sofrimentos e a vontade de uma liberdade nunca antes sentida. O livro O governador do sertão de Anatole Jelihovschi é um entrelace entre tempos, chegando a um ponto onde o passado se funde ao presente, em um quê de fantástico, como se estivéssemos dentro de um universo 'a la' Cem anos de solidão da caatinga.

Other books that might interest you

  • Estradas de outono - cover

    Estradas de outono

    Lou Berney

    • 1
    • 0
    • 0
    A Frank Guidry acabou-se-lhe a sorte. Empregado fiel de Marcello, o capo da máfia de Nova Orleães, Guidry tem noção de que todas as pessoas são prescindíveis. Mas agora tocou-lhe a ele, pois sabe demasiado sobre o crime do século: o assassinato de JFK. Quase sem opções, Guidry faz-se à estrada a caminho de Las Vegas para se encontrar com um antigo parceiro. Guidry sabe que a primeira regra para fugir é "não parar", mas quando vê uma mulher com o carro avariado à beira da estrada, acompanhada pelas duas filhas pequenas e um cão, descobre a maneira perfeita de ocultar os seus passos. Ela também escapou, mas de uma existência asfixiante numa pequena cidade de Oklahoma.
    Outra regra: os fugitivos não devem apaixonar-se, especialmente uns pelos outros. Guidry não pode virar as costas à mulher por quem se apaixonou. Mesmo que isso lhes possa custar a vida.
    "Desde as primeiras páginas até às últimas, Lou Berney leva-nos numa viagem extraordinária... É uma história policial, uma história deamor, uma história muito americana."
    Megan Abbott
    "Um triunfo de enredo e prosa, e um brilhantereflexo das contradições da América dos anos 60, a inocência, violência e desejo."
    Ivy Pochoda
    "Lou Berney converteu-se num dos maiores expoentes da literatura policial, como um escritor subversivo capaz de surpreender os leitores mais experientes. Estradas de outono oferece-nos tudo o que esperávamos dele e ainda mais."
    Laura Lippman
    "Berney toca as suas notas de forma requintada, brincando com a melodia, construindo personagens complexos enquanto consegue que nos comprometamos com a história de amor, mesmo quando ouvimos o coro da melancolía e vemos a nuvem negra no céu. Uma ficção perfeita."
    Booklist
    "O estilo amigável e descritivo de Berney reflete na perfeição aquela época de desilusão e de esperança. Capta com eficácia aquelas poucas semanas no final de 1963, tudo o que se perdeu e tudo o que ficou inevitavelmente no horizonte."
    Kirkus Review
    "O poder do livro vem de Charlotte, que encontra uma força oculta quando enfrenta desafios inesperados. É muito mais do um simples thriller de conspiração."
    Publishers Weekly
    "Uma experiência de leitura incrível e inesquecível... Berney é um escritor que deve ser lido e admirado."
    Don Winslow
    Show book
  • Esaú e Jacó - cover

    Esaú e Jacó

    Joaquim Maria Machado de Assis

    • 0
    • 0
    • 0
    Esaú e Jacó é o penúltimo livro de Machado de Assis, lançado em 1904. No título do livro, o autor remete à contrariedade entre os irmãos Esaú e Jacó da narrativa bíblica, para servir de paralelo à história de vida dos irmãos Pedro e Paulo, filhos da alta burguesia carioca, que vivem a passagem do Brasil império para o Brasil república: Paulo se põe do lado dos republicanos, Pedro dos monarquistas. A contraposição de temperamento dos dois irmãos, assim como os constantes debates de opiniões por eles travados durante a narrativa, permitiu a Machado de Assis construir magistralmente um complexo quadro das contradições e conflitos ideológicos em jogo no Brasil pós-Independência. - Summary by F. V. Silva
    Show book
  • Relatos de uma árvore - cover

    Relatos de uma árvore

    Adelmo Barboza

    • 0
    • 0
    • 0
    Neste livro a personagem principal é uma árvore. Ela retrata o dia a dia e as particularidades de seu habitat. Seus dias são muito tranquilos, até que o crescimento da cidade afeta sua rotina, desafiando-a com uma nova forma de encarar a vida.
    Show book
  • O último comboio para a liberdade - cover

    O último comboio para a liberdade

    Meg Waite Clayton

    • 0
    • 0
    • 0
    Em 1936, para o adolescente de quinze anos Stephan Neuman, os nazis são apenas uns brutos barulhentos. Stephan faz parte de uma família judia conhecida de Viena e é um dramaturgo incipiente cujos cenários são as ruas da capital austríaca e até os seus esgotos intrincados. A sua melhor amiga é Žofie-Helene, uma rapariga cristã cuja mãe é a editora de um jornal antinazi. Contudo, a inocência libre de preocupações de ambos os adolescentes será devastada quando os nazis tomarem o controlo.
    Porém, há esperança na escuridão. A holandesa Truss Wijsmuller, mais conhecida como Tante Truss, faz parte da resistência e arrisca constantemente a sua vida para afastar as crianças judias do controlo nazi e levá-las para países dispostos a acolhê-las. Uma missão que se torna ainda mais complicada quando a Alemanha se apodera da Áustria, o Anschluss, já que, por toda a Europa, os países fecham as suas fronteiras ao número crescente de refugiados desesperados.
    No entanto, Tante Truss está decidida a salvar tantas crianças quantas seja capaz. Quando a Grã-Bretanha decide acolher um certo número de refugiados, terá de se atrever a aproximar-se de Adolf Eichmann (o homem que, anos depois, estará por trás da Solução Final), numa corrida contrarrelógio para salvar jovens como Stephan, o seu irmão mais novo, Walter, e Žofie-Helene. Para isso, terão de emprender uma viagem perigosa para um destino desconhecido no estrangeiro.
    "O último comboio para a liberdade é uma história dolorosa, bela, absorventee inesquecível. Um tributo maravilhoso à coragem, a uma mulher impressionante, aosque pôde salvar e aos que não. Recomendo este livro a todos aqueles que pensam que uma só pessoa não pode fazer a diferença."
    Karen JOY Fowler, autora de Estamos todos completamente fora de nós
    "Que delícia é ler esta história brilhante sobre o Kindertransport. Um romance cheio de compaixão, esperança e amor. Obrigada, Meg Waite Clayton, por nos recordar o que acontece quando as boas pessoas se juntam contra o mal."
    Heather Morris, autora de O tatuador de Auschwitz
    "Uma história absolutamente fascinante e maravilhosamente executada de amor, perda e heroísmo nos dias sombrios que antecederam a Segunda Guerra Mundial."
    Kristin Hannah, autora dos bestsellers do The New York Times O rouxinol e A grande solidão.
    Show book
  • Casa Velha - cover

    Casa Velha

    Joaquim Maria Machado de Assis

    • 0
    • 0
    • 0
    Com o fim de escrever um livro sobre a história do Primeiro Reinado, um cônego procura conhecer uma casa onde morou um ex-ministro, na qual havia papéis que o ajudariam na sua pesquisa. Durante esta pesquisa, o cônego torna-se grande amigo da família. Deste modo, vê na amizade de Félix (filho da dona da casa, D. Antônia) e Lalau (uma agregada da casa) uma possível paixão. No desenrolar da trama, descobre que sua observação estava correta. Este romance esquecido de Machado de Assis foi redescoberto somente no século XX, tendo sido, até a obra de John Gledson, considerado uma novela de importância secundária. Nele, o autor volta a temas recorrentes em sua obra de primeira fase (o estigma social de enjeitados, impossibilitados de casar ou inserir-se na burguesia brasileira devido à sua posição social) com o teor crítico e ironia de suas melhores obras. - Summary by Wikipedia e Felipe Vale da Silva
    Show book
  • A sublime porta - cover

    A sublime porta

    Jesús Sánchez Adalid

    • 0
    • 0
    • 0
    Continuam as aventuras e desventuras de Luis María de Monroy, o jovem soldado dos terços já nosso conhecido de O cativo, num contexto de contínuas contendas entre as tropas espanholas de Felipe II e as do Império otomano, em pleno século xvi. Derrotado e cativo no seguimento da Batalha de Djerba, graças à sua inteligência, ao seu domínio do canto e do alaúde, bem como a um ou outro golpe de sorte, conseguirá resguardar a sua vida, primeiro em Susa e depois em Istambul, a urbe mais fascinante e cosmopolita da época, onde vai arriscar duplamente a vida ao colaborar com uma trama de espionagem ao serviço do imperador espanhol.
    A vida apaixonante do cavaleiro Monroy, protagonista da bem-sucedida trilogia de O cavaleiro de Alcántara, é o fiel reflexo de uma época tão fascinante quanto complexa, a do esplendor do imperio hispânico dos Áustrias, a mesma de Lope de Vega e Cervantes.
    O protagonista do romance em breve descobrirá que os ideais cavaleirescos e religiosos, a música e a poesia, a pátria e a honra, devem conviver inevitavelmente com a crueldade da guerra, com a fome que assola o povo e, por vezes, com a iniquidade dos seus governantes.
    "Sánchez Adalid tem o dom de narrar de forma pausada e reflexiva; num estilo literário que persegue a elegância do melhor romance clássico. O realismo, a verosimilhança e o sentido de humor são três virtudes que caracterizam Jesús Sánchez Adalid, narrador de obras-primas singulares."
    Lluís Fernández, La Razón
    O que os leitores dizem:
    Gostei muito do romance, do tema e do estudo das personagens, num ambiente histórico apaixonante que já conhece bem e que ilustra de forma magistral, etc. Tem uma prosa muito cuidada, de grande riqueza, e que não cansa, pelo contrário, mantém-nos na expectativa capítulo após capítulo até ao fim. Uma leitura agradável e curta ao mesmo tempo, mas sem dúvida de conteúdo intenso.
    Na linha habitual do escritor. Aprende-se sempre alguma coisa da Espanha dessa época e o livro é interessante.
    A forma de escrever e um bocadinho de imaginação levam-nos a todos os lugares descritos no livro. Visualizam-se personagens, paisagens etc... um livro maravilhoso para passar uns belos momentos.
    Totalmente recomendável, muito apaixonante. Uma obra fascinante que nos cativa e envolve desde o princípio fazendo com que a leitura seja seguida e com vontade de continuar. Recomendável para todos.
    Um grande escritor... dos melhores que já li... escreve como os anjos o romance mais difícil de todos, o histórico.
    Este livro é do melhor. É uma mistura de Treasure Island e I, Claudius. Ou seja, é uma aventura para o deleite dos leitores dos doce aos cem, mas também é um livro sério de ficção histórica.
    Gostei tanto deste livro que não queria que acabasse. Por isso, foi uma surpresa muito agradável descobrir que há outro livro sobre a vida de Luis Monroy de Villalobos depois de Djerba. Já o estou a ler.
    Show book